quinta-feira, 15 de setembro de 2011

estante jornal txt's e et cetera & talco.


Queda do interior derretendo em sombras diversas. Diversos focos de luzes emulando outras facetas de tua materialidade. Abismo entre os indivíduos que transitam por aí. Versos bíblicos berrados na chuva por um louco qualquer. Você já foi este louco que todos ploclam existir no amanhecer das ruas? Aquele momento da madrugada em que você começa a refletir sobre as cicatrizes do passado. Algo para acalmar os demônios do babalu. A lógica dos planetas refletida no que somos aqui e somente agora. Eternidade como medida de um momento específico. Todos os momentos são específicos disse ela enquanto se vestia. Invenções numa página de diário encontrada no lixo. Papel queimado na boca dos profetas do absurdo. Quebras de linhas mas não de pensamentos. Existe uma possibilidade real de comunicação? Quantitativo. No silêncio de uma casa de espelhos você encontra a verdade. Sentar e refletir um pouco pode ser o nosso destino. Encontro num café com direito a mãos que se desejam. Relatos apagados para ninguém mais descobrir aquilo que se revela somente na hora do aperto. Sufocadas pelas exigências as crianças se tornam adultas. Possibilidade e potência perdidas num ponto de ônibus. Algumas linhas ficções e outras linhas relatos sinceros. Poça de sangue na cama após o primeiro sexo. Cuidado para não derrubar a garrafa que se encontra no beiral. Sua vó deitada na cama ficando cada vez mais cinza. Fragmentos de humor involuntário nas manchetes dos jornais. Um político deposto por se tornar honesto. Podemos considerar como sinceras aquelas pessoas que mudam a essência do cotidiano como quem muda de chapéu no provador? Algumas coisas ditas não fazem o mínimo sentido. Marcha soldado cabeça de papel quem não marchar direito não precisa abaixar a cueca até os tornozelos. Paramos na esquina para ver se o coração bate um pouco menos desesperado. Este texto tem um sentido intrínseco tal como aquele sonho que me contaram do cara que imaginou estar casado com a garota mais feia da cidade. Qualitativo. Se letras fossem música eu agora estaria no ramo das aquarelas cinematográficas. Quem foi que parou o relógio pendurado na sala? Ela acha tão feio quando alguém pronuncia a palavra buceta. Filmes brasileiros sempre tem palavrões enquanto os americanos gostam de violência e todos nós desprezamos uma língua apaixonada lambendo uma orelhinha. Meu sonho quando criança era ser detetive. Ontem eu era lobo mas hoje eu sou um gato. Mamãe disse que titia nunca faltava a escola. Alguém fica bonito na 3x4? Quem leu até aqui merece um picolé cremoso. 89% disso tudo é falso e 35% é sobre amor. Quem despreza as estatísticas tem mais chances de nunca ter câncer na vida. Pensava deitado na cama em ouvir um disco do Velvet para embalar o carinho naquela mocinha especial. Jogaram fora os gibis mas esqueceram de pedir perdão pelas falhas apropositais de rotatividade. Na Terra é sempre assim!

---

desculpas
para todos
que estão entre
a orquestra e os
camarotes pelas cantadas desafinadas mas
o rapaz que acompanha a nossa
banda de serenata com o violão
não tinha dinheiro para trocar as
cordas então tivemos que improvisar
com tesouras cirúrgicas e
lágrimas de crocodilo
três dois
um